Sri Lanka: diálogo, base necessária para paz
30/04/2019
Ataque em Burkina Fasso: Papa reza pelas vítimas
30/04/2019

A irmã scalabriniana Ana Sílvia Zamin trabalha na Casa Mambre, um albergue que abriga principalmente mulheres e crianças na capital mexicana, que será beneficiada com a ajuda do Papa Francisco destinada aos migrantes no país.

Cidade do Vaticano

Entre os projetos que serão beneficiados com a ajuda do Papa Francisco aos migrantes no México está a Casa Mambre, um albergue que abriga principalmente mulheres e crianças na capital mexicana.

A Casa Mambre é administrada pela Missão Scalabriniana com Migrantes e Refugiados (SMR – Scalabrinianas Misión con Migrantes e Refugiados, em espanhol). Ali presta sua missão a brasileira Ir. Ana Sílvia Zamin.

Para ela, este gesto do Pontífice demonstra seu apoio não só com discursos, mas com atos concretos. O valor será destinado para a assistência direta aos migrantes: alimentos, medicamentos, material de higiene e limpeza e para melhorar a estrutura do próprio albergue.

Aumento da violência e da xenofobia

Ir. Ana Sílvia define a situação preocupante, especialmente no sul do México. Além dos centro-americanos, se observa a presença de pessoas migrantes de Cuba, Haiti e inclusive de países da África.

A scalabriniana lamenta também o recrudescimento da truculência por parte das autoridades, com casos de detenção arbitrária, o que estimula também a xenofobia.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *